CE, ES e MG: os três maiores exportadores de rochas do país firmam parceria

0
182

Juntos, os três estados são responsáveis por cerca de 95% das exportações de rochas ornamentais do Brasil.

As principais entidades representativas do setor de rochas ornamentais no país: Centrorochas (Centro Brasileiro dos Exportadores de Rochas Ornamentais), Simagran-CE (Sindicato das Indústrias de Mármores e Granitos do Estado do Ceará), Sindirochas-ES (Sindicato das Indústrias de Rochas Ornamentais, Cal e Calcários do Estado do Espírito Santo) e Sinrochas-MG (Sindicato Intermunicipal das Indústrias de Beneficiamento de Mármores, Granitos e Rochas Ornamentais no Estado de Minas Gerais) acabam de anunciar compromisso firmado entre si para trabalharem em conjunto pelo fortalecimento do segmento no país.

Juntos, os três estados, Ceará, Espírito Santo e Minas Gerais, são responsáveis por cerca de 95% das exportações de rochas ornamentais do Brasil. De janeiro a novembro deste ano, foram responsáveis por mais de US$ 795 milhões em faturamento. A parceria representa um protocolo de intenções criando uma agenda positiva para ser executada ao longo do próximo ano, com suporte técnico das quatro instituições.

O acordo firmado tem o objetivo de fortalecer a representatividade do setor de rochas ornamentais brasileiro. “Além de levarmos nossas carências e demandas com mais força junto aos órgãos governamentais, vamos ganhar sinergia na busca por abertura de novos mercados, que é o grande desafio dos empresários brasileiros”, conta o presidente do
Sindirochas-ES, Tales Machado.

O objetivo foi construir um grupo forte com representatividade ainda maior, que viabilize o aproveitamento das sinergias e amplie o papel político-social do setor de rochas nacional. “Essa parceria surge para dar mais força institucional à cadeia de rochas ornamentais do
Brasil”, completa Tales. Frederico Robison, presidente do Centrorochas, chama a atenção
para a representatividade do grupo. “Temos certeza que, com esta parceria, nosso setor ficará ainda mais forte, pois todos nós como entidades estamos imbuídos em um só objetivo e em busca do crescimento, capacitação e reconhecimento do mercado onde nossa representatividade se expandirá tanto no Brasil, quanto no exterior”, afirma.

Segundo Balbino Figueiredo, presidente do Sinrochas-MG, o acordo irá proporcionar uma potencialização das sinergias já existentes nas quatro entidades e aproximará ainda mais o empresariado dos debates e projetos importantes para o crescimento do setor como um todo. “Não existe caminho melhor do que o trabalho em parceria em prol de um objetivo comum. Nossa proposta é deixar o setor ainda mais firme, unido e consistente para batalhar pela representatividade de todo arranjo”, afirma.

O presidente do Simagran-CE, Carlos Rubens, chama atenção para o ponto de convergência entre as entidades parceiras. “Há muitos pontos em comum na agenda institucional das quatro entidades e são muitas as oportunidades conjuntas a serem exploradas, que deverão gerar ganhos para toda cadeia produtiva de rochas. Defendo ainda que o setor no Brasil está sem rumo. É o momento de se construída uma agenda do segmento envolvendo planejamento, mapa estratégico e um plano de ação”, completa.