Empresa tradicional e conhecida no mercado nacional e internacional de rochas ornamentais, a Cajugram completa 30 anos de história em 2020. Fundada no município capixaba de Mimoso do Sul, a empresa construiu sua trajetória e hoje tem estrutura capaz de atender todos os tipos de mercado, oferecendo uma grande variedade de materiais naturais, artificiais, nacionais e importados.

Além da matriz, a Cajugram conta um uma Unidade de Distribuição de Importados em Brasília (DF), Cachoeiro de Itapemirim (ES) e em Recife (PE). Chapas, blocos, materiais sob medida e ladrilhos são vendidos para o mercado interno e exportados para todo o mercado internacional. 

Investindo constantemente em maquinário, políticas de qualidade e em materiais diferenciados, a Cajugram conta com 17 jazidas ativas, 10 mil metros quadrados de parque industrial e máquinas que incluem duas politrizes, levigadora, fornos, três teares multifios, três polibordas, cinco cortadeiras automáticas e cinco serras-ponte. Recentemente, a empresa adquiriu uma polideira de 24 cabeças para auxiliar na capacidade produtiva, que chega a 70 mil metros quadrados mensais.

Mantendo as expectativas positivas e trabalhando para projetar crescimentos no desafiador ano de 2020, a empresa conta com uma linha com mais de 60 materiais importados e 40 nacionais, incluindo mármores, granitos e quartzitos que variam entre translúcidos, clássicos e exóticos. Além da negociação no dia a dia, a Cajugram também participa constantemente dos principais eventos do setor no Brasil e no mundo.

Hoje a empresa tem seus materiais aplicados em grandes obras como o Aeroporto de Dubai; o Museu do Amanhã e a Vila Olímpica, no Rio de Janeiro; o teatro Sanchez Aguilar, no Equador; e em uma biblioteca na Alemanha; e o mais recente Aeroporto Internacional de Macapá (AP).

Outra inovação que ajudou a ampliar o mercado da Cajugram nos últimos anos foi o investimento nos cortes diferenciados dos materiais com a Waterjet. A máquina oferece versatilidade e cortes precisos, criando obras exclusivas e formas complexas para a decoração de projetos de arquitetura e design. Os materiais com cortes diferenciados chamaram a atenção para o stand da empresa em feiras como a Cachoeiro Stone Fair e a Vitoria Stone Fair.

Responsabilidade social

Sustentabilidade e preservação ambiental também são grandes preocupações da empresa desde a sua fundação. Por isso, todos os resíduos industriais da Cajugram são tratados no filtro prensa e a água da produção também é tratada e reutilizada no próprio processo produtivo. A empresa conta, ainda, com um aterro próprio para destinação dos resíduos, áreas de plantio nas pedreiras e áreas de reflorestamento com mais de 50 mil árvores.

Os colaboradores participam de projetos constantes de saúde e segurança, com atendimentos com médicos do trabalho, nutricionistas, atendimento odontológico para funcionários e familiares, além de palestras e campanhas realizadas sazonalmente. Projetos que incentivam aprendizado, esporte, cultura e lazer também são mantidos pela empresa.

Além dessas iniciativas desenvolvidas internamente pela empresa, a Cajugram também é uma das parceiras do Rochativa – iniciativa que ajuda crianças carentes da região de Cachoeiro de Itapemirim (ES) e oferece atividades de esporte e lazer fora do período escolar. Um dos diretores da Cajugram, Valdecyr Viguini, é o atual presidente da entidade.