David Bastos – Um campo de infinitas possibilidades

0
59

Foto: Marcelo Negromente

David Bastos é arquiteto formado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e atua no mercado há cerca de 40 anos. Tem escritórios em Salvador (BA) e em São Paulo (SP) e é o nome por trás de projetos como a revitalização das docas da capital baiana.

Criatividade: essa é a palavra que gerencia os quase 40 anos de carreira do arquiteto David Bastos. Nascido em uma família de médicos, ele buscou seguir outros caminhos e acabou optando pela arquitetura.

Mas se a Bahia perdeu um grande médico, ganhou um arquiteto criativo o suficiente para devolver a vida para a região das docas de Salvador. Após se formar na Universidade Federal da Bahia e instalar seu escritório em 1995 no Trapiche, viu de perto o cais se desenvolver com a chegada de estabelecimentos badalados como o restaurante Trapiche Adelaide e do Bahia Design Center.

Piso da Casa Busca Vida em mármore Bege Bahia

Hoje, com escritórios em Salvador (BA) e São Paulo (SP), conta com uma equipe de profissionais experientes e que continuam se – guindo o seu caminho de inovação em um estilo único de arquitetura.

“Gosto mesmo é de criar. E quando a obra fica pronta e a transposição das ideias de materializa num ambiente dá uma satisfação indescritível. Às vezes me pergunto se poderia ter feito diferente, mas a imaginação é assim mesmo: um campo de infinitas possibilidades”, reflete Bastos sobre sua experiência profissional.

O mármore Bege Bahia no piso do quarto da Casa Busca Vida

Recentemente, o arquiteto reuniu em um livro um compilado dos seus projetos mais recentes. Ao todo, a obra conta com 36 projetos de casas e apartamentos arquitetados por ele em diversas capitais do Brasil, onde é possível perceber o olhar sensível do arquiteto para os materiais naturais como as rochas ornamentais, proximidade com o verde e belas paisagens, arte, fotografia e artesanato. Além disso, o estilo da arquitetura traçada por Bastos traz iluminação generosa, ventilação cruzada, circulação fluida e a brasilidade de suas raízes.

Quando o assunto são rochas ornamentais em projetos, o arquiteto David Bastos conta que sempre procura utilizar o que há disponível na região que está projetando. “Buscamos dar preferência às rochas que possam ser aplicadas de forma orgânica e mais natural possível, sempre optando pela alvenaria ao invés do revestimento quando o projeto permite”, ressaltou.

Bastos conta, ainda, que o principal desafio ao utilizar rochas ornamentais em seus projetos é encontrar uma boa mão de obra para execução. “O resultado final é diretamente proporcional a qualidade da mão de obra. Além da parte técnica na execução, precisa existir a sensibilidade estética na hora de diagramar o projeto”, pontuou.

Projetos

Seguindo suas características marcantes em projetos, um dos destaques entregues recentemente pelo escritório de Bastos foi um apartamento em São Paulo (SP). No projeto Praça Pereira Coutinho, o arquiteto mesclou clássico e contemporâneo, com um piso de mármore que permeia todo o apartamento e também reveste as paredes do banheiro, fazendo um contraponto à madeira que, por sua vez, traz aconchego para os ambientes.

Nesse projeto, ele conta que utilizou o mármore Branco Paraná para o piso da área social e o Calacata no banheiro máster.

Detalhes do banheiro master em Branco Calacata

Além disso, o apartamento também ganhou um deck e painéis de madeira, e ar cosmopolita através da linguagem transmitida pelos materiais utilizados.

Ao chegar em frente à casa Busca Vida, outro projeto do escritório de David Bastos, já é possível visualizar a escada, o paisagismo e as lascas de granito bruto que roubam a atenção. Para trazer ainda mais elegância ao projeto, no piso da casa foi utilizado o Bege Bahia e a volumetria do telhado também foi um dos grandes destaques, criando um jogo de telhados que se conectam entre si.

As lascas de granito bruto trouxeram originalidade para uma casa de lago em Piracaia (SP), com projeto de David Bastos e Marianah Coin. Toda a casa tem detalhes em pedra, estrutura de madeira roliça de eucalipto, piso em cimento queimado branco e deck de madeira Cumaru. Na sala de jantar, destaque para uma parede com granito bruto que faz a separação de dois ambientes com charme e elegância.

Parede de granito bruto faz separação dos ambientes na Casa Piracaia

Outro projeto especial na terra natal do arquiteto David Bastos foi o condomínio Parque Florestal, em Salvador. A casa foi inspirada na implantação do terreno e nos melhores ângulos de ventilação e, como ela fica na rua de entrada do condomínio, foi criado um acesso pelo estar onde é possível ter noção de toda a amplitude da casa. Além disso, o jardim central é o ponto de partida do projeto, já que é ali que todos os ambientes se integram.

Por lá, para dar mais elegância e exclusividade ao projeto, o arquiteto utilizou limestone em grande parte dos ambientes e também revestindo as paredes do espaço gourmet e da fachada. Destacam-se também a utilização da madeira e das marquises em concreto.

Os limestones estão caindo no gosto dos arquitetos e designers no mundo inteiro que, de alguns anos para cá, têm utilizado muito este tipo de rocha ornamental em seus projetos. Com todo o requinte e nobreza de uma pedra genuína, o limestone é caracterizado por apresentar rusticidade natural, toque aveludado e pouco brilho. Pode ser encontrado em muitas cores, que variam desde beges claros e alaranjados até tonalidades cinzas bem escuras, dependendo do local onde a rocha é extraída.

Ilha em Silestone Cinza e piso Open Space Natural Grigio Médio
DB ARQUITETOS 
Av. Lafayette Coutinho, 1010, loja 16 – Marina Contorno, Comércio Salvador (BA) – CEP/Zip Code: 40015-160 | Telefone: + 55 71 3038-0101

Rua da Consolação, 3741, 5º andar – São Paulo (SP) – CEP/Zip Code: 01416-001 | Telefone: + 55 11 3088-5500

http://www.dbarquitetos.com
arquitetura@dbarquitetos.com
Instagram: @dbarquitetos